O dia 29 de abril é conhecido como Dia Internacional de Conscientização sobre o Ruído. Uma campanha global com o objetivo de conscientizar a população sobre os efeitos danosos do excesso de barulho no meio ambiente e no bem-estar nos centros urbanos. A interferência do barulho no meio ambiente é abordada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por meio do Programa Nacional de Educação e Controle da Poluição Sonora, conhecido como Programa Silêncio.

A coordenação do Programa oferta cursos técnicos para capacitação no controle da poluição sonora nos órgãos de meio ambiente estaduais em todo o Brasil. Materiais educativos de conscientização são divulgados à população, alertando sobre os efeitos prejudiciais causados pelo excesso de ruído.

Um dos frutos desse trabalho foi a criação do Selo Ruído, que traz informações aos consumidores a respeito das emissões sonoras de máquinas, motores, equipamentos usados na indústria, em veículos, na construção civil e no uso doméstico. Desde 1994, o selo já é obrigatório em eletrodomésticos produzidos e importados.

O Ibama também estabelece convênios, contratos e atividades afins com órgãos e entidades que, direta ou indiretamente, possam contribuir para o desenvolvimento do Programa Silêncio, como o trabalho de capacitação de recursos humanos e apoio técnico e logístico dentro das Polícias Civil e Militar para receber denúncias e combater a poluição sonora urbana em todo o país.

Por meio de Acordos de Cooperação Técnica acontecem trocas de conhecimentos entre o Ibama e entidades ligadas ao tema saúde auditiva, saúde coletiva, qualidade de vida e poluição sonora, para desenvolver políticas de saúde pública. Cursos também são promovidos para disseminação do conhecimento em Educação Ambiental, poluição sonora, saúde auditiva e saúde pública.

Clique e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.